Limpeza do figado

O fígado é o órgão que faz a limpeza do corpo, ele remove as toxinas, impurezas e resíduos da corrente sanguínea fazendo uma desintoxicação.  O fígado tem de trabalhar de forma eficiente para ajudar a quebrar os resíduos e toxinas.  Caso contrário, as condições, devido à sobrecarga tóxica podem levar à síndrome da fadiga crônica [SFC], deficiência imunológica, alergias, câncer, danos ao fígado, e doenças inflamatórias crônicas.
Até a gente chegar ao diagnóstico correto do que se tem, realmente a gente passa por muitos diagnósticos errôneos.  Depressão, síndrome do pânico, desanimo, e ficamos achando que sofremos de algum distúrbio emocional, quando na realidade é físico.
A falta de apetite, tontura, enjoos, indisposição.  E dizem, para pensar positivo, que é preciso sair, se distrair, não pensar em coisas negativas, e está tudo resolvido.
Mas, quando o problema é em algum órgão interior, crônico, é preciso fazer dieta,
uma outra recaída, deixando a gente sem saber, até que o médico depois de vários exames conclui, é fígado intoxicado. Poluição, preocupação, alimentos antinaturais.

Desintoxicação do fígado o que fazer:
Um programa de desintoxicação do fígado simples consiste em dieta [suco de jejum, o jejum de água, dieta de alimentos crus, comer menos e vegetarianismo], exercícios, remédios alternativos, a terapia de ozônio, acupuntura, massagem, irrigação do cólon, suplementos vitamínicos, que incluem:  O consumo de suco de maçã apenas [ácido málico] ou líquidos para um ou dois dias, seguido por uma mistura de suco de limão [ácido cítrico] e azeite de oliva em pequenas doses, várias vezes, por um dia.
Um elevado teor de fécula ou de carboidratos, a dieta com proteínas de baixo teor de gorduras. B-vitaminas, principalmente B-6 e B-3, vitaminas A e E, cálcio, selênio e L-citocinas são necessárias para apoiar a desintoxicação do fígado. Nutrientes de apoio como suplementos de dieta também são úteis.
Uma dieta rica em água, frutas e legumes, suplementos nutricionais, e ervas, são tão úteis na desintoxicação do fígado, juntamente com enemas de limpeza.
Objetivos da desintoxicação:
A desintoxicação do fígado deve ser destinada a alcançar os melhores resultados:
1 – Para apoiar a função hepática adequada.
Isto inclui a regulação do colesterol, mantendo os níveis de enzima, e otimizando a assimilação dos alimentos, proporcionando assim o suporte nutricional necessário para a regeneração do fígado.
2-  Para limpar as toxinas do fígado, causada por alimentos, produtos químicos, aditivos e conservantes, pelo ar poluente e riscos ambientais
3- Para promover a neutralização de substâncias tóxicas, o metabolismo do álcool, e resistência à infecção.
ERVAS PARA LIMPEZA DO FIGADO:
A melhor coisa a fazer é adicionar temperos, em pequenas quantidades, a sua dieta diária. Isso ajuda a manter um fígado saudável e funcional. Folhas de caril são muito benéficas. São consumidas diariamente, cruas ou enquanto tempero. Ela ajuda a manter o fígado em um estado de funcionamento. As folhas têm cálcio, fósforo, ferro, ácido nicotínico e vitamina C.  São recomendados nos diabetes, disfunção hepática, e distúrbios digestivos.
Consumir essas folhas diariamente aumenta a secreção do fígado, e o mantém em equilíbrio. Ela também atua contra a flatulência [gás], estômago fraco, e os intestinos. Ela aumenta a imunidade.
GENGIBRE:
Gengibre e seus constituintes têm antivômitos, tônico cardíaco, antibacteriana, antioxidante, tônico do fígado, antiinflamatória, imuno-estimulante, carminativo [digestivo], as ações colagogo [onde as secreções do fígado e da vesícula biliar são regulamentadas], e outros efeitos saudáveis.  O gengibre pode também ser utilizado para promover a secreção gástrica, aumento dos movimentos intestinais, os níveis de colesterol, regular a glicose no sangue, e estimular a circulação periférica.  Comer gengibre cru, antes ou durante as refeições, é altamente recomendável. Você pode também adicionar gengibre para o seu chá.
COENTRO: Esta é considerada como digestivo, tônico, antibiliosos, refrigerante, e afrodisíaco. As sementes são mastigadas para corrigir mau hálito. Uma infusão de sementes em combinação com sementes de cominho e cardamomo é útil na flatulência, indigestão, vômitos e distúrbios intestinais.
ALHO: O alho reduz o colesterol [aumenta “bom” colesterol]. Ele reduz a pressão arterial, afina o sangue, e reduz o risco de ataque cardíaco e derrame. Ele melhora a circulação e combate as bactérias como um antibiótico. Alho, um potente antioxidante, foi encontrado para inibir a formação de células tumorais.
ERVA-DOCE: Sementes de erva-doce, muitas vezes prestam socorro rápido e eficaz de muitas desordens digestivas. Eles ajudam a superar gases, cólicas, indigestão ácida, e muitos outros males do aparelho digestivo. Estudos recentes descobriram que o consumo de sementes de erva-doce pode aumentar a produção de bile no fígado, elas também possuem diurético [eleva a taxa de excreção de urina do corpo], promovendo uma redução da dor, e atividades antimicrobianas.
Coisas para fazer:
– Você pode manter seus órgãos de limpeza, especialmente o fígado, a fim de seguir certos hábitos diários, ou por procedimentos de limpeza de temporada, quando o corpo demanda uma desintoxicação [quando os sintomas se manifestam].  Evite conservas, alimentos embalados, tanto quanto possível. Inclua frutas frescas e legumes na dieta diária. Gengibre, limão, cominho, coentro, açafrão, cravo, pimenta, canela, devem ser tomados em pequenas quantidades diárias.
–  Tente comer apenas quando está com fome, se não evitar comer. Comer dificulta a digestão.
– Álcool, fumo, gorduras, cafeína, condimentos excessivos, salgados devem ser evitados.
– Beba água suficiente, sucos de frutas frescas. Consumir soro temperado com coentro, folhas de caril e gengibre ajuda.
– O jejum sistematicamente uma vez em uma quinzena é aconselhado. Podem-se colher melhores resultados pelo jejum após consulta de um profissional.
– A prática regular de ioga [sob supervisão, ou, após a devida orientação] e passear após as refeições também ajudam.
– Drogas prescritas, ou caso contrário, pode prejudicar o seu fígado. Consulte o seu médico antes de tomar qualquer medicação.
– A prática regular de exercício físico, especialmente formas diferentes de yoga, é extremamente benéfico.
Autor: Antônio Ventura

Nada é novo, tudo é apenas reformulado.

Retirado do site postado há 7th June 2011 por Em Busca do Auto-Conhecimento

http://rosesaboya.blogspot.com.br/2011/06/limpeza-do-figado.html

 

Nascemos da necessidade da integração entre o corpo, mente e emoção, através das diversas terapias holísticas existentes.